home Notícias MNA marca presença pela primeira vez no ISE com demonstração de interoperabilidade

MNA marca presença pela primeira vez no ISE com demonstração de interoperabilidade

Com a adoção cada vez maior de redes IP na indústria audiovisual, algumas empresas e fabricantes se uniram para promover a padronização e interoperabilidade baseada em padrões abertos. Foi assim que surgiu a Media Networking Alliance (MNA) que, pela primeira vez, marcou presença no ISE (Integrated Systems Europe) que acontece entre os dias 9 e 12 de fevereiro, em Amsterdã, na Holanda.

A aliança, formada por grandes marcas do mercado como a Genelec, a Harman Professional, a Lawo, a Shure, a SSL e a Yamaha, só para citar algumas, foca suas ações na promoção e adoção do protocolo AES67, o padrão aberto para a troca comum de mídia digital entre diferentes plataformas de rede IP.

Com vários eventos dispersos promovidos pelos membros da MNA no ISE, o destaque, sem dúvida, ficou no estande da própria aliança. Lá foi possível conferir um sistema integrado baseado no protocolo AES67 de mais de 22 produtos de 11 diferentes fabricantes.

A demonstração contava com produtos da ALC NetworX, Archwave, Axia Audio, Digigram, DirectOut, Focusrite, Lawo, Merging Technologies, QSC, Solid State Logic (SSL), Telos Systems e Yamaha, empregando protocolos de áudio sobre IP da Ravenna, Q-LAN, Livewire e Dante. Era uma mistura entre dispositivos de hardware, produtos de software e kits de desenvolvimento de hardware, com a predominância de produtos de hardware refletindo a tendência de fabricantes rapidamente adotarem o AES em dispositivos de rede existentes.

Foi feito uma demonstração multicast, onde todos os dispositivos foram conectados em uma única rede utilizando um único switch ethernet de forma que o AES67 pudesse transportar o áudio de alta qualidade através da Ethernet e conectividade de rede layer 3.

Representando a MNA e coordenando a demonstração no ISE estava o gerente de produto da Solid State Logic, Tom Knowless, que disse que “seguindo nossa primeira demonstração pública na convenção anual da AES do ano passado, a MNA acredita que é importante e impressionante demonstrar a interoperabilidade em eventos, permitindo que fabricantes e potenciais usuários finais tenham a experiência em primeira mão da versatilidade e do poder do AES67”.

Além do transporte de áudio, alguns recursos de monitoração, controle e descoberta específicos das fabricantes que coexistiam na mesma rede que o AES67 estava trafegando foram demonstrados.

Compartilhe!